Bidvertiser2092698
Junho 16, 2024
O consumo de Melancia traz grande benefícios à saúde.

Baixa em calorias e rica em água e nutrientes, a melancia está entre as frutas mais consumidas no Brasil, e não é por menos.

Refrescante e de sabor doce e suave, a fruta cai bem em qualquer hora do dia: no café da manhã, após as refeições, no café da tarde, antes de dormir. Existe também quem a consuma nas principais refeições como salada.

Mas, além do prazer e satisfação que o seu consumo proporciona, sabia que ela é bastante benéfica à saúde?

Neste artigo, veremos 10 benefícios da melancia, além de outras valiosas informações sobre esta incrível fruta.

Compartilhe nas redes

Índice de conteúdos.

Nutrientes da melancia.

Apesar de constituída de 90% de água, a melancia é uma fruta muito nutritiva, fonte de vários nutrientes como:

Há inúmeras variedades de melancia.

Pequenas ou grandes, com ou sem sementes, vermelhas, amarelas ou brancas. Independentemente da variedade, os benefícios da melancia podem ser percebidos em todas elas.

Atualmente, existem vários tipos de melancia, não somente a vermelha comum, grande e cheia de sementes. Estima-se que existam cerca de 50 variedades no mundo.

As melancias atuais são resultado de melhorias genéticas, que conferem a elas atributos como:

Entre os vários tipos de melancia que existem, merecem destaque:

Baby: menor e com menos sementes;

Amarela: rica em betacaroteno, mais doce e com poucas sementes;

Sem sementes: mais práticas para o consumo por possuírem somente as sementes brancas;

Pingo doce: menor e com sabor mais doce que as demais. Caracteriza-se por ter uma casca mais escura que as demais.

Quantas calorias tem a melancia?

Apesar de todas serem consideradas de baixa caloria, a pingo doce se destaca por ser a menos calórica, com cerca de 20 kcal a cada 100g.

A vermelha tradicional possui 33 kcal e a amarela é a mais calórica com 46 kcal.

Diferenças nutricionais entre as melancias.

Todas as variedades de melancia têm basicamente os mesmos nutrientes, com diferenças sutis nas quantidades de determinados nutrientes.

Por exemplo, a melancia amarela tem maior quantidade de betacaroteno, carotenoide precursor da vitamina A, importante à saúde da pele e ocular.

Já a melancia vermelha contém maior quantidade de licopeno, benéfico para a pele e para a redução do colesterol total.

Conheça 10 benefícios da melancia.

Os benefícios da Melancia são vários: ajuda a reduzir o colesterol, a prevenir doenças cardíacas, diurética.
Como você já deve ter percebido, a melancia é um superalimento com inúmeros benefícios à saúde. Confira 10 deles que selecionamos.

1. É hidratante.

A hidratação é um dos principais benefícios da melancia.

Manter-se bem hidratado é de suma importância ao funcionamento pleno do organismo.

Isso porque as reações metabólicas e os transportes de nutrientes ocorrem em meio líquido. 

Portanto, além de beber muita água, para uma hidratação adequada, é importante consumir bons alimentos ricos em água, como é o caso da melancia, que é constituída de cerca de 90% do líquido da vida.

2. Melancia é diurética.

Por ser rica em água, magnésio e potássio, a melancia é um excelente diurético

Seu consumo contribui para a redução do inchaço decorrente da retenção de líquidos, pois auxilia na eliminação da água em excesso, juntamente com substância maléficas ao organismo.

3. Melhora a saúde da pele.

Os benefícios da melancia para a pele são inúmeros, como veremos abaixo.

As vitaminas A e C possuem funções rejuvenescedoras.

Elas atuam na criação e reparação das células, melhorando sua tonicidade e prevenindo rugas.

O betacaroteno ajuda na preservação do colágeno, mantendo a pele firme e tonificada por mais tempo. 

Além disso, o licopeno contribui para a produção de melanina, responsável pela pigmentação e proteção aos raios solares.

4. Melhora a visão.

A vitamina A e o licopeno também são benéficos para os olhos, prevenindo doenças oculares.

Por exemplo, de acordo com estudos, o licopeno da melancia auxilia na prevenção da degeneração macular, doença ocular comum em idosos, que pode causar cegueira.

Já a vitamina A é necessária ao bom funcionamento da retina, preservando a saúde da visão.

5. Melhora a digestão.

A melancia, por ser rica em água e fibras, contribui para o  funcionamento correto do trato digestivo, sobretudo o intestinal, melhorando sua flora.

Isso ajuda a melhorar o movimento intestinal, prevenindo problemas como obstruções e constipação.

6. Controla a pressão arterial.

Segundo estudos, 2 aminoácidos da melancia contribuem para o controle da pressão: a arginina e a citrulina.

A arginina é precursora do óxido nítrico, uma substância que auxilia na dilatação dos vasos sanguíneos. Já a citrulina, participa indiretamente, por meio da produção da arginina.

Além disso, a melancia é rica em água, potássio, magnésio e reduzida em gorduras e sódio: tudo isso favorece a redução da pressão alta.

7. Reduz o colesterol total.

As substâncias anti-inflamatórias, no geral, ajudam na redução do colesterol total. 

A vitamina C em que a melancia é rica, por exemplo, ajuda evitar a formação de placas de gordura nos vasos.

Em especial, a melancia conta com 2 nutrientes que ajudam na prevenção de doenças cardíacas. 

Uma delas é a citrulina, que vimos ser vasodilatadora, e a outra é o licopeno, que em estudos comprovou-se auxiliar na redução do colesterol total.

8. Previne o câncer.

A melancia tem vários antioxidantes, substâncias que reduzem a oxidação das células, combatendo o surgimento de radicais livres

É sabido que os radicais livres são responsáveis pelo aparecimento de vários tipos de câncer.

Além disso, existem 2 substâncias na melancia as quais comprovadamente previnem alguns tipos de câncer, como os digestivos e de próstata: o licopeno e a cucurbitacina E.

9. Reduz inflamações.

Sabe-se que a inflamação é a origem de diversas doenças crônicas, como a artrite reumatoide, por exemplo.

A melancia contém várias substâncias anti-inflamatórias, como o licopeno e a vitamina C.

Um experimento com ratos verificou que os alimentados com melancia em pó desenvolveram níveis mais baixos de inflamação e estresse oxidativo em comparação aos não alimentados com melancia.

10. Melhora o desempenho em atividades físicas.

Estudos mostraram que a citrulina presente na melancia é capaz de aumentar o desempenho físico ao atenuar a fadiga muscular.

Além disso, a melancia conta com magnésio e potássio, importantes para a prevenção da fraqueza nos músculos, câimbras e na contração muscular.

Casca e sementes da melancia podem ser consumidas?

Casca de melancia é mais nutritiva que a polpa

Você sabia que a casca e as sementes da melancia são comestíveis e, na verdade, as partes mais nutritivas?

A casca da melancia contém muitas vitaminas e minerais essenciais para diversas funções do nosso organismo.

Para se ter uma ideia a parte branca da casca conta com mais vitamina C que a polpa, e é uma excelente fonte de vitamina B6, de grande importância para o sistema nervoso.

As sementes da melancia também são comestíveis e têm propriedades interessantes.

Elas contêm citrulina, um aminoácido que aumenta a produção de óxido nítrico, melhorando a vasodilatação.

Por esse motivo, as sementes são consideradas afrodisíacas e podem ajudar na saúde sexual.

Além disso, a citrulina presente nas sementes ajuda no relaxamento dos vasos sanguíneos, beneficiando a circulação.

E ainda não falamos sobre as fibras em que a a casca e as sementes são ricas.

Elas trazem vários benefícios à saúde como saciedade, regulação da flora intestinal e reforço imunológico.

Diabéticos podem consumir melancia?

Melancia de polpa branca é ideal para diabéticos
Polpa branca: pouco açúcar, ideal para Diabéticos.

A melancia, apesar de ser baixa em calorias, bastante nutritiva e trazer inúmeros benefícios à saúde, deve ser consumida com moderação por quem é diabético.

Isso porque a fruta possui alto índice glicêmicoA melancia de polpa branca é a mais indicada, pois possui menos açúcares em comparação às outras variedades. 

No entanto, essa variedade não é tão saborosa como as coloridas.

Uma boa estratégia para diminuir o índice glicêmico da fruta, é combiná-la com boas fontes de fibras, como a linhaça e a chia.

Confira nossas receitas com melancia.

Considerações finais.

Como vimos no decorrer do artigo, os benefícios da melancia a nossa saúde são inúmeros. 

Em razão da baixa caloria e da alta concentração de água e nutrientes benéficos, quase não há restrições a seu consumo. 

Se você é diabético, deve consumi-la com moderação, devido a seu alto índice glicêmico.

Compartilhe nas redes

Picture of Raphael Tavares
Raphael Tavares

36 anos, formado em Mecatrônica Industrial e há 11 anos trabalhando no Administrativo do IAMSPE (Assistência Médica do Servidor Público do Estado de São Paulo). Seu hoobie é ler conteúdos relacionados à saúde e bem estar. Agora, criando seus próprios artigos.

6 thoughts on “Diurética, digestiva e redutora da pressão: conheça 10 benefícios da Melancia

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *