Julho 15, 2024
Chás calmantes.

Em um mundo onde o ritmo acelerado da vida moderna nos deixa ansiosos e estressados, encontrar momentos de tranquilidade é essencial para o bem-estar.

Os chás de ervas têm sido aliados milenares na busca pela serenidade, oferecendo uma pausa reconfortante em meio ao caos cotidiano.

Neste artigo, falaremos de 5 chás calmantes, cada um com as suas propriedades únicas, que prometem trazer paz e equilíbrio para sua rotina.

Compartilhe nas redes

Índice de conteúdos.

Conheça 5 chás calmantes e por que acalmam.

1. Camomila.

Camomila: com esta erva é possível fazer um dos melhores chás calmantes.

camomila, além de ser conhecida por suas propriedades calmantes e relaxantes, exerce benefícios também no sistema digestivo, aliviando alguns sintomas como gases, indigestão e azia.

Mas como exatamente ela promove a sensação de calma?

A resposta está na apigenina, um flavonoide que atua nos receptores do cérebro, promovendo relaxamento e favorecendo uma melhor qualidade do sono. 

Chá de camomila: como preparar?

Um dos melhores modos de aproveitar os benefícios da camomila é através do seu chá.

Além de funcional, ele é bastante agradável, possuindo um aroma floral e um sabor frutado que remete à maçã.

Você pode prepará-lo com as flores ou folhas, desidratadas ou frescas.

A melhor forma de preparo para essa erva é por infusão, pois a fervura de partes delicadas das plantas, como as flores e folhas, não é recomendada.

Isso ocorre porque, além de perder o aroma, essas partes contêm óleos essenciais que são perdidos durante o processo de fervura.

🍵 Chá de camomila 🍵

Ingredientes.

Modo de preparo.

2. Melissa (erva-cidreira)

Folhas de erva cidreira

melissa, também chamada de erva-cidreira, assim como a camomila, atua tanto no sistema nervoso central (cérebro) promovendo relaxamento, quanto no sistema digestivo, aliviando sintomas como gases, azia e má digestão.

No entanto, ao contrário da camomila, a melissa exerce sua ação calmante e relaxante devido ao ácido rosmarínico, que atua no cérebro, aumentando a disponibilidade de GABA

GABA é um aminoácido que atua em receptores do cérebro regulando os níveis de estresse e ansiedade.

Chá de melissa: como preparar?

Um dos melhores modos de aproveitar os benefícios da melissa é através do seu chá.

Além de funcional, ele é bastante agradável, possuindo um aroma cítrico e um sabor adocicado com um toque de limão.

Você pode prepará-lo com as suas folhas desidratadas ou frescas.

Assim como no caso da camomila, o mais indicado é prepará-lo por infusão, pelo mesmo motivo.

A fervura ocasiona perda de aroma e de óleos essenciais, responsáveis por boa parte dos benefícios.

🍵 Chá de melissa 🍵

Ingredientes.

Modo de preparo.

3. Capim-cidreira.

O Capim Cidreira: com esta erva é possível fazer um dos melhores chás calmantes.

capim-limão, também conhecido como capim-cidreira ou capim-santo, não deve ser confundido com a erva-cidreira, embora possuam algumas propriedades semelhantes.

A principal diferença reside na forma como atuam. Enquanto a erva-cidreira deve a sua ação calmante ao ácido rosmarínico, o limão deve isso ao citral.

O citral é um composto que atua nos receptores do cérebro,  promovendo o relaxamento e a tranquilidade.

Chá de capim-cidreira: como preparar?

Um dos melhores modos de aproveitar os benefícios da capim-cidreira é por meio do seu chá.

Além de funcional, ele é bastante agradável, possuindo um aroma cítrico e um sabor adocicado com um “quê” de limão que é mais acentuado que a melissa.

Assim como a melissa, o chá de capim-cidreira pode ser feito com as suas folhas desidratadas ou frescas. 

Como todo chá preparado de partes tenras (folhas e flores), para uma melhor conservação do aroma e dos fitonutrientes, a melhor maneira de preparo é por infusão.

🍵 Chá de capim-limão 🍵

Ingredientes.

Modo de preparo.

4. Lavanda.

Pétalas de lavanda

A lavanda, com sua distinta coloração roxa, é mais do que apenas uma flor atraente.

Suas pétalas e folhas trazem inúmeros benefícios para a saúde, entre os mais notáveis, o calmante e relaxante.

Os compostos presentes na lavanda têm a capacidade de interagir com certas áreas do cérebro, resultando em uma série de efeitos positivos.

Isso inclui a melhora do humor, a redução do estresse e ansiedade, e a promoção de uma melhor qualidade do sono.

Chá de lavanda: como preparar?

O chá de lavanda pode ser feito com suas flores desidratadas ou frescas.

Além de funcional, o chá é bem agradável, com um aroma floral e sabor que apresenta notas de alecrim e hortelã.

Como as flores são partes delicadas da planta,  a melhor forma de preparo do chá é por infusão, pois como já vimos, a fervura das flores acarreta perda não só no aroma, como também dos fitonutrientes.

🍵 Chá de lavanda 🍵

Ingredientes.

Modo de preparo.

5. Valeriana

Chá de raiz de valeriana possui efeito calmante.

Diferentemente da lavanda em que o chá é preparado com as pétalas, o chá de valeriana é preparado com suas raízes, onde se concentram todas as propriedades benéficas da planta.

A sua ação calmante e relaxante é devido a compostos sesquiterpênicos como o ácido isovalérico e valerênico, que atuam acalmando e reduzindo o estresse e a ansiedade.

Chá de valeriana: como preparar?

Como o chá de valeriana é feito com suas raízes, ele pode ser preparado tanto por cocção quanto por infusão.

Entretanto, devido a seu sabor amargo, recomenda-se prepará-lo por infusão. Até porque, para um efeito calmante, não há a necessidade de consumi-lo concentrado (amargo).

🍵 Chá de valeriana 🍵

Ingredientes.

Modo de preparo.

Chá com mistura de ervas.

Fazer um chá com uma combinação de ervas pode ser vantajoso.

Todas as ervas que falamos contêm propriedades calmantes, e cada uma delas atua de maneira diferente.

Ao utilizar duas ou mais ervas, você potencializa o efeito dos chás, criando uma sinergia benéfica.

No entanto, é importante ficar atento à forma correta de preparo do chá.

Seja por infusão ou cocção, evite misturar raízes com folhas e flores para não comprometer os beneficios.

Assim, você poderá desfrutar de uma bebida reconfortante e aproveitar os benefícios naturais das ervas.

Ampliando as opções calmantes.

Além das ervas que falamos, há outras opções com propriedades calmantes, como a hortelã e o maracujá.

Eles podem ser incluídos ao seu chá para proporcionar um efeito ainda mais relaxante.

Além disso, você pode incluir outros elementos, como laranja, limão, mel e gengibre, com o objetivo de reforçar o poder antioxidante e imunológico da bebida.

Experimente combinações diferentes para criar um chá personalizado e benéfico para o seu bem-estar.

Considerações finais.

Cada chá que falamos neste artigo, com a sua essência e propriedades singulares, oferece um refúgio natural contra as tempestades emocionais da vida moderna.

Ao integrá-los em nossa rotina, não apenas desfrutamos de uma pausa deliciosa, mas também reconectamos com a sabedoria ancestral que reconhece na natureza um poderoso aliado para a saúde física e mental.

Espero que o artigo tenha sido útil!

Compartilhe nas redes

Picture of Raphael Tavares
Raphael Tavares

36 anos, formado em Mecatrônica Industrial e há 11 anos trabalhando no Administrativo do IAMSPE (Assistência Médica do Servidor Público do Estado de São Paulo). Seu hoobie é ler conteúdos relacionados à saúde e bem estar. Agora, criando seus próprios artigos.

1 thought on “Xícaras que acalmam: conheça 5 plantas com o poder de tranquilizar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *