Julho 14, 2024
Fizemos uma seleção com 7 especiarias ou ervas que você precisa conhecer ou consumir mais, pois além de trazem riqueza de sabor aos pratos, fazem muito bem à saúde. Confira nossa seleção com 7 temperos naturais.

Com uma série de ervas e especiarias aromáticas e saborosas que existem, não há por que utilizarmos temperos industriais carregados de química e sódio, não é mesmo?

Se você busca por uma alimentação saudável e ainda assim saborosa, os temperos naturais são os verdadeiros aliados.

Além de realçarem o paladar, essas ervas e especiarias trazem consigo propriedades benéficas para o nosso organismo.

Neste artigo, traremos 7 temperos naturais que você precisa conhecer, ou utilizá-los com maior frequência, por trazerem vários benefícios à saúde. Diga adeus aos temperos artificiais!

Compartilhe nas redes

Índice de conteúdos.

7 Temperos naturais e seus benefícios.

1. Alecrim.

Folhas de alecrim. Um dos temperos naturais mais famosos de nossa lista.

O alecrim é uma erva aromática de sabor forte e picante que vai muito bem no tempero de carnes que vão ao forno, como suínas e aves, e em batatas assadas, como as rústicas.

1.1. Benefícios do alecrim.

Os benefícios do alecrim à saúde são vários, graças à grande concentração de compostos fenólicos como o ácido rosmarínico.

Esse ácido é um potente antioxidante, combatendo radicais livres e ajudando na prevenção de doenças como câncer e AVC.

Além disso, existem outros benefícios ligados ao consumo do alecrim como melhora da circulação, digestão e proteção hepática.

1.2. Alecrim: como usar?

Alecrim fresco e desidratado

O alecrim pode ser usado fresco (em ramos inteiros ou em folhas soltas) ou desidratado.

O alecrim fresco possui a vantagem de ter mais nutrientes e fibras, porém não reage bem a tempos muito longos de cocção, sendo mais indicado para pratos com cozimento maios rápido ou àqueles que não vão ao fogo, como saladas.

Já o alecrim desidratado é mais versátil, concentrado e duradouro (tem uma maior vida útil). Além do uso condimentar, é comum sua utilização no preparo de chás.

2. Alho-poró.

O alho poró é muito apreciado em quiches ou tortas.

O alho-poró é uma hortaliça de sabor adocicado e levemente ácido, que apesar do nome “alho”, tem um sabor bem mais próximo da cebola.

2.1. Benefícios do alho-poró.

Ele é bastante nutritivo: rico em fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes.

Entre os inúmeros benefícios do alho-poró, podemos citar a prevenção do envelhecimento, a melhora do trânsito intestinal e a melhora do sistema imunológico, prevenindo o surgimento de doenças e infecções.

Além disso, por ser pouco calórico e rico em fibras, o alho-poró ajuda a emagrecer, sendo excelente opção de condimento para dietas.

2.2. Alho-poró: como usar?

O caule do alho-poró (parte branca) é muito usado no recheio de quiches e tortas, em risotos, molhos, sopas e até mesmo no arroz.

Já as folhas do alho-poró também podem ser aproveitadas, no preparo de refogados, sopas, caldos e risotos. 

Ele também pode ser consumido cru, em pratos frios como saladas.

3. Cardamomo.

Sementes de cardamomo. Um dos temperos naturais de sabor mais complexo.

O cardamomo trata-se de um tempero aromático, refrescante e com sabor bem diferenciado: ao mesmo tempo adocicado e apimentando (levemente).

Ele é feito a partir das sementes das vagens de uma planta da mesma família do gengibre.

3.1. Benefícios do cardamomo.

Esta especiaria é rica em vitamina C, flavonoides e diversos antioxidantes como a quercetina, o kaempferol e a luteolina.

Entre os benefícios do cardamomo, vale citar a sua ação antimicrobiana e bactericida na boca, prevenindo cáries, gengivite e mau-hálito e a prevenção de náuseas e vômitos.

3.2. Cardamomo: como usar?

Rosquinha com cardamomo

Os grãos do cardamomo, triturados ou amassados, são muito populares na índia, usados no preparo de arroz, em carnes e até mesmo sobremesas.

4. Cúrcuma.

O pó da raiz da cúrcuma é uma especiaria muito utilizada para dar cor e sabor a alimentos como arroz e frango.

A cúrcuma, também conhecida como açafrão-da-terra, é uma especiaria de cor alaranjada, sabor picante e um amargor bastante característico.

A cúrcuma é feita a partir do pó da raiz da planta de mesmo nome.

4.1. Benefícios da cúrcuma.

O principal bioativo da cúrcuma é a curcumina, a responsável pela sua pigmentação e por boa parte de seus benefícios.

Entre os vários benefícios da cúrcuma para a saúde, podemos destacar as suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, ajudando para o alívio de dores, a redução do colesterol alto e a prevenção do câncer.

4.2. Cúrcuma: como usar?

Arroz temperado com cúrcuma

O pó da cúrcuma é muito usado para dar cor e sabor a pratos com frango, arroz ou cozidos.

Além do pó, também é possível usar a sua raiz inteira, ralando-a.

5. Mostarda.

Mostarda e seu grão.

A mostarda é um condimento de sabor intenso e picante, obtida a partir das sementes de uma planta da mesma família do repolho. 

5.1. Benefícios da mostarda.

A mostarda, em pó ou grãos, possui compostos sulfurados, cálcio, zinco, potássio e vitaminas E e K. Além disso, suas folhas são ricas em fibras e antioxidantes.

Entres os benefícios da mostarda à saúde, podemos citar a melhora da digestão, a regulação do intestino e a redução do colesterol.

5.2. Mostarda: como usar?

Os grãos, o pó e também seu molho são muito usados para condimentar carnes, legumes e saladas.

As folhas de mostarda podem ser consumidas, cruas ou refogadas, e possuem mais fibras e antioxidantes que as sementes.

6. Pimenta-branca.

Para quem não sabe, a pimenta branca é obtida da mesma semente da pimenta-do-reino, porém quando os frutos estão quase maduros, o que torna o sabor da pimenta branca mais suave.

6.1. Benefícios da pimenta-branca.

A pimenta-branca é fonte de diversas vitaminas, minerais, flavonoides e de piperina, um estimulante natural que melhora a absorção das vitaminas do complexo B, selênio e betacaroteno.

6.2. Pimenta-branca: como usar?

Pimenta branca

Assim como a pimenta-do-reino, a pimenta branca pode ser consumida em grãos ou em .

O seu sabor mais discreto orna muito bem com carnes brancas, como a de frango e peixes.

7. Tomilho.

O tomilho é uma erva aromática de sabor picante e amarga, que assim como o alecrim, preserva bem o seu aroma e sabor quando desidratada.

7.1. Benefícios do tomilho.

Entre os vários benefícios do tomilho, podemos citar o combate a tosses, gripes e resfriados, o controle da ansiedade e estresse e o tratamento da acne.

7.2. Tomilho: como usar?

O tomilho, tanto na forma fresca como desidratada, é usado no tempero de caldos, carnes e frutos-do-mar.

Considerações finais.

Como vimos ao longo do artigo, todos os 7 temperos naturais, mais do que trazerem sabores diferenciados para nossos pratos, fazem muito bem à saúde.

Alguns são mais acessíveis, outros menos, mas o Viva Saúde recomenda experimentar todos eles!

Compartilhe nas redes

Picture of Raphael Tavares
Raphael Tavares

36 anos, formado em Mecatrônica Industrial e há 11 anos trabalhando no Administrativo do IAMSPE (Assistência Médica do Servidor Público do Estado de São Paulo). Seu hoobie é ler conteúdos relacionados à saúde e bem estar. Agora, criando seus próprios artigos.

1 thought on “7 Temperos naturais que você precisa conhecer e usar (ou usar mais!)

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *