Julho 22, 2024
Peixes, carne vermelha, laticínios, grãos integrais são ricos em Zinco. os benefícios do Zinco podem ser percebidos com a alimentação.

O zinco é um mineral essencial para o bom funcionamento do corpo. Apesar disso, sua deficiência é bem comum, atingindo 31% da população.

Neste artigo, você vai conhecer os principais benefícios do zinco, bem como outras informações importantes sobre o mineral. Vamos conferir?

Compartilhe nas redes

Índice de conteúdos.

A importância do zinco.

O zinco é um mineral imprescindível para o bom funcionamento do corpo, pois participa de mais de 200 reações metabólicas, agindo em vários órgãos e sistemas.

Apesar de muito importante e bem atuante em nosso organismo, a sua deficiência é comum, afetando cerca de 1/3 da população global. segundo a OMS.

Neste artigo, traremos informações valiosas acerca de sua importância, destacando 8 benefícios do zinco para a saúde.

Conheça 8 benefícios do zinco à saúde.

1. Auxilia no tratamento da acne.

O zinco é comprovadamente eficaz no tratamento e prevenção da acne. Pesquisas apontam que as pessoas com acne tendem a ter deficiência do mineral. 

A eficácia do zinco contra a acne está em sua capacidade de reduzir a produção sebácea, a pele oleosa e a inflamação.

2. Melhora a cognição.

O zinco é importante para o correto funcionamento do sistema nervoso central (cérebro). 

A deficiência de zinco pode ocasionar problemas cognitivos como perda de memória, déficit de atenção e falhas no raciocínio.

Um estudo canadense (2011) mostrou que o mineral atua consolidando as conexões neurais, o que melhora a retenção de novas informações e o aprendizado. 

3. Melhora o desenvolvimento do bebê na gestação.

O zinco é recomendado na gestação

O uso de zinco é recomendado por especialistas na gestação e lactação, pois:

4. Previne o diabetes.

Conforme estudos, a falta de zinco acelera o processo de resistência insulínica, aumentando as chances de contrair diabetes.

Além disso, estudos mostraram que a suplementação de zinco tem eficácia contra a retinopatia diabética, uma complicação na retina que acomete diabéticos causando perda na visão.

No entanto, especialistas alertam que é necessário tomar cuidado com a ingestão de altas doses de zinco, o que pode afetar o metabolismo da glicose, elevando o risco de diabetes em vez de preveni-lo.

5. Fortalece a imunidade.

Mulher saúdável comendo frutas antioxidantes. Ótima maneira de como aumentar a imunidade.

O fortalecimento da imunidade é um dos principais benefícios do zinco, pois ele atua no metabolismo de reprodução das células, de forma a aumentar a produção de anticorpos.

Por exemplo, um estudo verificou que a suplementação de zinco reduziu em mais de 30% a chance de contrair a gripe comum

De maneira geral, os estudos têm verificado que a suplementação de zinco é eficaz para a redução de infecções e aumento da resposta imunológica em idosos.

6. Ajuda a tratar depressão.

Estudos mostraram que pacientes com níveis adequados de zinco no corpo obtiveram melhor resposta a tratamentos medicamentosos para a depressão.

O zinco está envolvido na produção de neurotransmissores, como o GABA e a serotonina, cujos baixos níveis estão associados a este transtorno mental.

7. Auxilia na cicatrização de feridas.

O zinco é um mineral que possui alto poder cicatrizante. Não é à toa que pomadas para cicatrização o possuem em sua composição.

O mineral atua na produção da colagenase, enzima responsável por produzir o colágeno, proteína que atua na ligação de fibras na pele.

8. Controla a pressão arterial.

O controle da pressão arterial é um dos principais benefícios do zinco para a saúde.

Estudos mostraram a sua atuação na reparação e renovação celular dos vasos, tornando-os mais maleáveis, o que contribui para a regulação da pressão arterial. 

Quais alimentos com zinco?

Peixes, carne vermelha, laticínios, grãos integrais são ricos em Zinco. os benefícios do Zinco podem ser percebidos com a alimentação.

Existem ótimas fontes de zinco, tanto animais quanto vegetais. Consittuem bons exemplos:

Qual a ingestão diária recomendada de zinco?

A ingestão diária de zinco varia conforme a idade, o sexo ou conforme a condição do indivíduo. Segue abaixo uma tabela de referência:

Tabela IDR de zinco

Deficiência de zinco: diagnóstico e causas.

Como é feito o diagnóstico?

A deficiência de zinco pode ser diagnosticada por meio de exames de sangue e urina.

Entretanto, estes exames podem gerar resultados imprecisos, portanto, não podem servir de único parâmetro para seu diagnóstico.

Além dos exames, o médico deverá analisar os sintomas e a resposta à suplementação, os quais devem ser considerados de maneira conjunta para um diagnóstico.

Quais as causas da deficiência zinco?

São diversas as causas da deficiência de zinco, entre as principais podemos destacar:

Quanto aos sintomas da deficiência de zinco, eles podem ser sutis e afetarem inúmeros sistemas e órgãos. Os principais são:

Intoxicação por zinco.

Embora rara, a intoxicação por zinco ocorre, e pode causar sintomas como:

Entre as causas de intoxicação por zinco, podemos destacar:

Quando a suplementação de zinco é indicada?

Suplementação de zinco: quando é indicado

Uma vez constatada a deficiência, o médico recomendará alterações na dieta ou suplementação, conforme sua severidade.

Com uma série de benefícios em sua correta ingestão, o zinco é comumente prescrito nos seguintes casos:

O suplemento mais utilizado é o zinco quelato, com maior biodisponibilidade (absorção), garantindo um suprimento para todo o corpo.

Considerações finais.

Como vimos ao longo do artigo, os benefícios do zinco são vários, sendo um mineral essencial para o correto funcionamento do sistema imune e do cérebro, por exemplo.

Entretanto, é preciso tomar cuidado com o uso indiscriminado de suplementos de zinco, pois o seu consumo excessivo pode causar várias complicações de saúde.

As informações deste artigo não dispensam o aconselhamento de um profissional médico ou nutricionista.

Compartilhe nas redes

Picture of Raphael Tavares
Raphael Tavares

36 anos, formado em Mecatrônica Industrial e há 11 anos trabalhando no Administrativo do IAMSPE (Assistência Médica do Servidor Público do Estado de São Paulo). Seu hoobie é ler conteúdos relacionados à saúde e bem estar. Agora, criando seus próprios artigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *