Julho 22, 2024
Benefícios do orégano

O orégano, muito mais do que um simples tempero, é uma erva aromática com uma rica história e benefícios impressionantes para a saúde.

Originário da região do Mediterrâneo, o orégano tem sido usado há séculos tanto na culinária quanto na medicina tradicional.

Neste artigo, falaremos dos benefícios do orégano e as diversas formas de incorporá-lo à alimentação. Vamos lá? 💚🌿

Compartilhe nas redes

Índice de conteúdos.

6 benefícios do Orégano para a saúde.

1. Reduz o colesterol e promove a saúde cardíaca.

Composto por flavonoides (carvacrol e timol), o chá de orégano conta com propriedades antioxidantes que podem ajudar na reduzção do colesterol “ruim” (LDL).

Essa incrível planta aromática tem sido associada à prevenção de doenças cardíacas, tornando-a uma boa escolha para quem busca cuidar do coração.

Além disso, o orégano é rico em cálcio, ferro, vitamina K e fibras, nutrientes essenciais para a manutenção da saúde cardíaca e da circulação sanguínea.

Se consumido regularmente a longo prazo, o chá de orégano pode contribuir para a redução do LDL e, assim, proteger o coração.

2. Combate infecções virais, bacterianas e fúngicas.

O orégano contém compostos com ações antibacterianas e antivirais, como o carvacrol.

Esses compostos diminuem a atividade de microrganismos causadores de infecções, como gripes, infecções de urina, herpes e candidíase.

Para se ter uma ideia do poder antibacteriano do orégano,  estudos em tubos de ensaio demonstraram que o óleo essencial de orégano bloqueia o crescimento de bactérias como a Escherichia coli e a Pseudomonas aeruginosa.

Além disso, o orégano também contém timol, substância com ação antifúngica eficaz contra espécies de Candida, contribuindo para a saúde geral.

3. Contribui para uma boa digestão.

O orégano também é um forte aliado da digestão agindo como antiespasmódico estimulando a produção de sucos digestivos que auxiliam na quebra dos alimentos, aliviando  gases, espasmos e cólicas intestinais.

Além disso, o orégano tem um papel importante na função hepática, pois seu óleo essencial contribui para a secreção de bile, essencial para uma digestão adequada.

Isso pode ser particularmente útil após refeições pesadas, ajudando a diminuir a sensação de estômago cheio e desconforto associado à indigestão.

Para aqueles que buscam uma solução natural para problemas digestivos, o chá de orégano pode ser um excelente aliado.

Com suas propriedades diuréticas e alto teor de fibras, ele não só facilita a digestão, mas também promove uma sensação de saciedade, ajudando a evitar o inchaço abdominal.

4. Melhora a saúde respiratória.

O orégano, em especial se consumido na forma de chá ou xarope caseiro, possui ação expectorante, estimulando a produção de secreções pulmonares e descongestionante, aliviando a tosse e ajudando a purificar os pulmões.

Portanto, ele é benéfico ao tratamento de gripes e resfriados e até mesmo bronquites e asmas.

5. O orégano possui forte poder antioxidante.

O orégano é rico em antioxidantes, como o carvacrol e o timol. Essas substâncias ajudam a neutralizar os radicais livres que se formam de modo excessivo no organismo.

Ao reduzir o dano celular, o orégano ajuda na prevenção do envelhecimento precoce da pele.

Além disso, os antioxidantes presentes no orégano também têm propriedades anticancerígenas.

Eles ajudam a evitar o crescimento de células cancerígenas, reduzindo o risco de diferentes tipos de câncer, como os de ovários, próstata e leucemia.

Ainda, graças à vitamina C e outros agentes antioxidantes, o orégano é um verdadeiro aliado para a saúde da pele e cabelos,  prevenindo o envelhecimento precoce dos tecidos e melhorando o aspecto da pele.

Além disso, o orégano é usado em produtos cosméticos, como cremes faciais e corporais, e até mesmo em bases e esmaltes.

6. Orégano ajuda no emagrecimento.

O orégano contém compostos anti-inflamatórios e antioxidantes que agem em conjunto para diminuir a inflamação e combater o acúmulo de gordura no organismo. 

Essa sinergia torna o orégano um aliado valioso em dietas de emagrecimento, contribuindo para a redução do peso corporal de maneira eficaz.

Além disso, o orégano é ótima fonte de fibras, que prolongam a saciedade e ajudam a controlar o apetite.

De que forma podemos consumir o orégano e obter seus benefícios?

1. Como condimento.

Orégano pode ser usado como tempero na forma fresca e desidratada

A forma mais comum de consumo do orégano é através do tempero, que é obtido através das folhas secas e trituradas da planta Origanum vulgare.

Originário da culinária mediterrânea, atualmente o orégano é bastante consumido em todo o mundo, sendo comum o seu uso em pizzas, massas, molhos e saladas.

Entretanto, é a forma de consumo que menos traz benefícios funcionais, como veremos abaixo.

2. Chá de orégano.

Chá de orégano

O chá de orégano, preparado com as folhas secas da planta, por concentrar mais propriedades medicinais, possui alguns benefícios adicionais, como o alívio de cólicas menstruais e o controle glicêmico.

🍵 Chá de orégano 🍵

Ingredientes.

Modo de preparo.

3. Óleo essencial.

Diferente do próprio orégano, obtido da folha seca e triturada, o óleo essencial de orégano é extraído das folhas e flores, concentrado compostos ativos como o carvacrol e o timol.

Portanto, o óleo essencial concentra mais propriedades medicinais que o tempero e o chá, destacando-se pelas ações antimicrobianas, expectorantes, digestivas e antioxidantes.

Além disso, é comum sua aplicação tópica para tratar acne, caspa e outras doenças dérmicas.

Há contraindicações no consumo de orégano?

Apesar dos inúmeros benefícios do orégano, algumas pessoas devem ter cautela ao consumir o chá de orégano. Muito cuidado se você for uma delas:

Considerações finais.

Em resumo, o orégano é uma verdadeira joia da natureza. Os seus compostos antioxidantes e ações antimicrobianas o tornam um valioso aliado  em nossa jornada rumo ao bem-estar.

Seja na forma de tempero, chá ou óleo essencial, o orégano merece um lugar de destaque em nossa dieta diária.

No entanto, é importante lembrar que, como qualquer substância, o consumo deve ser moderado e, em caso de dúvidas, consultar um profissional de saúde é sempre recomendado.

Compartilhe nas redes

Picture of Raphael Tavares
Raphael Tavares

36 anos, formado em Mecatrônica Industrial e há 11 anos trabalhando no Administrativo do IAMSPE (Assistência Médica do Servidor Público do Estado de São Paulo). Seu hoobie é ler conteúdos relacionados à saúde e bem estar. Agora, criando seus próprios artigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *